As cinco cidades mais violentas do Brasil estão na Bahia, aponta relatório

Vitória da Conquista, por outro lado, aparece em posição distante do topo da lista nacional.

Publicado em 19/06/2024 - às 12:10
Por Redação | Jornal Conquista
Foto: SSP-BA

O relatório do Atlas da Violência dos Municípios, divulgado nesta terça-feira (18), identificou que os 5 municípios mais violentos do Brasil estão na Bahia. O levantamento ainda mostra que das 10 cidades mais violentas do Brasil, sete estão na Bahia.

Santo Antônio de Jesus, no recôncavo baiano, lidera o ranking nacional com uma taxa de homicídios de 94,1 por 100 mil habitantes. Em seguida, aparece Jequié, no sudoeste, com 91,9, tendo caído uma posição em relação ao ranking do ano passado.

Simões Filho (81,2), Camaçari (76,6) e Juazeiro (72,3) completam as cinco primeiras posições. A capital baiana, Salvador, fica na nona posição com uma taxa de 66,4, a maior entre as capitais brasileiras. Feira de Santana, com 66 homicídios por 100 mil habitantes, está na 10ª posição.

Vitória da Conquista, por outro lado, aparece em posição distante do topo da lista nacional. A terceira maior cidade da Bahia ocupa a 163ª posição entre os municípios com mais de 100 mil habitantes, com 81 homicídios registrados em 2022, o que corresponde a uma taxa de 21,1 por 100 mil habitantes.

No ranking estadual, Vitória da Conquista é a cidade menos violenta, com mais de 100 mil habitantes, da Bahia. Entre as 18 cidades com mais de 100 mil habitantes, Vitória da Conquista ocupa a 18ª posição.

O Atlas da Violência, realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), utilizou dados de 2022, diferenciando os homicídios registrados e estimados.

Segundo os pesquisadores, o crescimento da violência na Bahia está ligado à expansão de grupos criminosos. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública da Bahia afirmou que a redução das mortes violentas é uma prioridade para a pasta, e que nos últimos sete anos, o índice apresentou uma diminuição de 27%.

Leia a nota completa:

A Secretaria da Segurança Pública ressalta que a redução das mortes violentas é uma prioridade na Bahia. Nos últimos sete anos o índice apresentou diminuição de 27%. Em 2024, de 1° de janeiro a 15 de junho, as mortes violentas tiveram redução de 11%. No ano de 2023, na comparação com 2022, os assassinatos recuaram 6%.

A SSP destaca ainda que, nos últimos 17 meses, a Polícia da Bahia apreendeu 80 fuzis, localizou 81 líderes de facções, retirou das ruas 15 toneladas de drogas, apreendeu 9 mil armas de fogo e capturou 26 mil criminosos.

Na parte de investimento, 3.200 policiais militares e civis, além de bombeiros foram contratados.De forma inédita, neste momento, quatro Cursos de Formação estão sendo realizados na PM, PC, DPT e CBM. Serão mais 2 mil novos policiais e bombeiros até o final de 2024. O Estado entregou ainda 1.500 viaturas, algumas delas semiblindadas, e novos equipamentos de proteção individual”.

Clique no botão abaixo para entrar no grupo
Entre no grupo de notícias Jornal Conquista
Siga o Jornal Conquista no Instagram
Seguir no Instagram