Polícia Civil identifica mais três suspeitos de furto de equipamentos médicos em Conquista

A investigação aponta que a ação foi conduzida por uma organização criminosa internacional e causou prejuízo de R$ 6 milhões.

Publicado em 18/06/2024 - às 17:25
Por Redação | Jornal Conquista
Foto: Sesab

A Polícia Civil da Bahia, por meio da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Vitória da Conquista, identificou mais três envolvidos em furto de equipamentos médicos no Hospital das Clínicas de Conquista (HCC), ocorrido em maio deste ano.

A investigação aponta que a ação foi conduzida por uma organização criminosa internacional especializada em furtos milionários de equipamentos hospitalares.

A quadrilha, composta por sete indivíduos, incluindo quatro brasileiros, dois colombianos e um uruguaio, é suspeita de ter realizado furtos em hospitais e clínicas da Bahia, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Segundo a Polícia Civil, um casal de estrangeiros, identificado pelas imagens de segurança das unidades hospitalares, invadiu os estabelecimentos disfarçados de pacientes, utilizando perucas e outros disfarces. Durante a ação, os suspeitos roubaram equipamentos de endoscopia e colonoscopia avaliados em R$ 1,5 milhão cada. Ao todo, foram subtraídos quatro aparelhos, totalizando um prejuízo de R$ 6 milhões.

A investigação revelou que a dupla utilizou um veículo Ford Ka, alugado por meio de um homem de 43 anos, residente em Santo André (SP), e, durante os crimes, se deslocava em carros de aplicativos. O homem foi preso na primeira fase da Operação Salus. Ele confessou o crime e colaborou com as autoridades, fornecendo informações sobre a identidade do casal de estrangeiros.

A Polícia Civil também identificou um terceiro indivíduo, colombiano, que possivelmente liderou a quadrilha e contratou o veículo utilizado no furto em Vitória da Conquista. As testemunhas dos crimes confirmaram que a dupla falava com sotaque espanhol. A segunda fase da Operação Salus terminou com a prisão de três dos suspeitos, enquanto os outros quatro, incluindo o casal de estrangeiros, continuam foragidos.

A Justiça Criminal de Vitória da Conquista expediu mandados de prisão para os criminosos, que foram encaminhados para as Polícias Civis de Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul.Os mandados também foram encaminhados para a Polícia Federal, para que sejam incluídos no rol de procurados da Interpol.

Clique no botão abaixo para entrar no grupo
Entre no grupo de notícias Jornal Conquista
Siga o Jornal Conquista no Instagram
Seguir no Instagram